Ultimas Notícias

Falando de Música


Olá. Vamos começar 2016 com a prata da casa. Trago nessa matéria um grande cantor que tive o prazer de trabalhar nos palcos. Talento de primeiríssima qualidade e excelente profissional. Meu irmão BRUNO MELLO. Conheçam a história desse grande cantor gospel.




Adilton: Fale um pouco de você. Onde nasceu e qual a sua idade?
BrunoEu nasci em Sepetiba, zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. Tenho 24 anos, casado com Marinete Angelo, pai de 3 filhos, Stéfany, Stêvan e Nícolas Gabriel. Sou alguém que está sempre alegre, mesmo quando as coisas não vão bem, carrego sempre um sorriso nos lábios. As pessoas não têm culpa dos  nossos problemas.

Adilton: Com quantos anos começou o interesse pela música?
BrunoNão sei dizer ao certo com quantos anos, mas desde que lembro da minha existência, já gostava de cantar e mais tarde com meus 13 anos comecei já a compor algumas letras.

Adilton: Em quais bandas você já trabalhou?
BrunoTive o prazer de trabalhar em um curto e prazeroso período com o ministério A Marca.

Adilton: Fale um pouco da sua forma de compor. Você tem alguma parceria com outros compositores?
BrunoQuando componho, peço a Deus que as canções sejam inspiradas por ele. Muitas das minhas canções eu componho quando passo por provações, pois é das provações que saem o perfeito louvor. Se você o louva quando não vê motivos, é sinal de que está preparado para cantar. Estamos formando parcerias com Kethlyn Frontelmo, Adelson Freire e Maurício Matias.

Adilton: Quantos CDs você já fez?
BrunoGravei 2 álbuns. O primeiro no verão de 2007 (Além das Estrelas). Lançando agora “O limite é o céu”, que tem sido record de vendas.

Adilton: Você tem algum patrocínio?
BrunoE.N Clen Serralheria e Vidraçaria Italvense. Sempre me ajuda. Grande irmão.

Adilton: Fale um pouco do seu trabalho nas igrejas.
BrunoMeu trabalho nas igrejas é levar aos corações das pessoas o evangelho de Jesus Cristo, através do louvor e de sua palavra. Considero muito importante, por ser a igreja responsável por tirar milhares de pessoas do crime e salvar milhares de vidas.

Adilton: Você também tem um programa de rádio. Fale desse trabalho?
BrunoHá 5 anos tenho pregado o evangelho através do rádio. Os lares precisam de paz, de amor e precisa de alguém que pregue isso aos corações das pessoas. Elas precisam de motivação para amar e meu trabalho no rádio ao longo desses 5 anos é levar isso aos lares. Vidas aceitaram o evangelho através dos meus programas. Além de obras sociais que eu faço através do rádio.

Adilton: Fale das principais dificuldades para ser cantor no Brasil?
BrunoUma dificuldade para mim é a inversão de valores. A música de qualidade tem perdido o seu lugar no Brasil, principalmente no meio gospel e a dificuldade é muita. O meio secular abre muito mais caminhos para o cantor do que o gospel. As grandes mídias hoje têm patrocinado o meio secular, mas para o gospel não dão muita importância. O apoio a música gospel deveria ser maior, porque o Brasil precisa de paz e de boas influências nos ouvidos das pessoas e a música gospel traz isso.

Adilton: Em sua família a outros músicos?
BrunoNa minha família só eu segui carreira de músico.


Adilton: Fale das suas influências.
BrunoHá grandes influências na minha vida, mas a maior delas não está mais entre nós, minha querida mãe Pastora Conceição. Fundadora de várias igrejas e que terminou seu ministério anunciando o evangelho que Cristo pregava. Não há como descrever tudo o que era para mim, mas uma das coisa que aprendi com ela é a maior influência, o exemplo de vida. Temos que ser antes de tudo o exemplo do que vamos ensinar. Com ela aprendi que tem como sim, viver uma vida de santidade e ser alguém que irá fazer a diferença no mundo.

Adilton: Agradecimentos.
BrunoQuero agradecer a Deus por essa oportunidade, ao diretor do site, amigo Erivelton Mendes, ao grande músico Adilton Pereira, que tive o prazer de conhecê-lo e cantar ao seu lado e ao querido leitor por torcer e orar por meu ministério. Deus lhes abençoe sempre. Siga em frente.


ARQUIVO DA COLUNA FALANDO DE MÚSICA.