Ultimas Notícias

21 fevereiro 2019

NOROESTE FLUMINENSE SERÁ UMA DAS PRIORIDADES NO PLANO DE RECUPERAÇÃO DE ESTRADAS DO DER-RJ


Há anos as rodovias do Noroeste Fluminense estão abandonadas pelo Governo do Estado. Estradas esburacadas, sem manutenção, mato alto, sem sinalização e diversos outros problemas. No final do mês passado, o presidente do DER-RJ, Uruan Cintra de Andrade, recebeu representantes de municípios do Noroeste Fluminense. Entre os assuntos abordados no encontro, a importância da recuperação das estradas da região e seu papel na economia local, pautada nas atividades agropecuárias.

“Temos que ter estradas em boas condições. Visitei muitas vezes todos os municípios da região e conheço a realidade. Precisamos conhecer as necessidades da população, através desses encontros, para elaborar nossos planos de trabalho e o Noroeste Fluminense será uma das minhas prioridades”, afirmou Uruan. O DER-RJ não informou quando o plano de recuperação de estradas da região deve ser iniciado. Enquanto isso, motoristas seguem se arriscando em rodovias esburacadas. Fonte: SF Notícias



20 fevereiro 2019

TERMINA NA SEGUNDA O PRAZO PARA PAGAMENTO COM DESCONTO DO IPTU EM ITALVA

O prazo para pagamento do IPTU 2019 de Italva em cota única com desconto de 4% termina na próxima segunda-feira (25/02), data final também para o acerto da segunda cota para quem optou pelo parcelamento. Desde 2017 que a Secretaria Municipal de Fazenda não entrega os carnês em domicílio e o boleto precisa ser retirado pelo próprio contribuinte no setor de tributos da prefeitura ou no site da mesma www.italva.rj.gov.br. O boleto pode ser pago em qualquer agência bancários e nos seus diversos canais de atendimento.

Táxi em Italva?
Clique na imagem e escolha o seu!

19 fevereiro 2019

GOVERNO PRORROGA PRAZO DE RECENSEAMENTO OBRIGATÓRIO

O Governo do Estado do Rio de Janeiro prorrogou o prazo do recenseamento obrigatório para os servidores ativos, aposentados e pensionistas nascidos nos meses de novembro e dezembro. Eles terão até o dia 7 de março de 2019 para realizar o procedimento em qualquer agência do Bradesco do país. Esta é a última chance para que 18 mil servidores, que ainda não se cadastraram, façam a atualização cadastral e não tenham seus salários suspensos. O procedimento começou a ser feito em novembro de 2018.

O recenseamento deve ser feito por todos os 455.570 servidores ativos, inativos e pensionistas, incluindo cargos comissionados, contratos temporários, funcionários de empresas, de autarquias e órgãos da Administração Indireta, e poderá ser realizado em qualquer agência Bradesco do país. O procedimento é uma medida do Plano de Recuperação Fiscal do Estado do Rio e tem como objetivo promover a melhoria da base de dados da folha de pagamento do funcionalismo.

A atualização cadastral obrigatória será destinada aos servidores do Poder Executivo e abrangerá os órgãos que fazem parte da folha de pagamento do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH-RJ). A lista dos servidores que ainda não fizeram o recenseamento pode ser vista no site do governo (www.rj.gov.br).

Recenseamento nas agências Bradesco de todo país
A prestação do serviço será realizada pelo Banco Bradesco, em consonância com o Governo do Estado e de acordo com o edital de licitação, o Decreto 46.481/18 e a Resolução Conjunta nº 55/18. A atualização cadastral poderá ser feita em qualquer agência do Banco Bradesco no país.

Atenção mamães!!! Recebemos mais lindas 
toalhas de banho para as crianças com
 os personagens que seu filho ama!!!

MACAÉ E NOVA IGUAÇU ESCAPAM NO GRUPO X CARIOCA. AMÉRICA E GOYTACAZ REBAIXADOS


Com uma rodada de antecipação, o Grupo X do Campeonato Carioca de 2019, que define as duas equipes rebaixadas para a Série B1 de 2019 e também os outros dois times que já estarão na seletiva de 2010 (Grupo A), já está definido. Macaé e Nova Iguaçu estão com nove pontos e não sofrem mais riscos de rebaixamento. Já America, com cinco, e Goytacaz, com quatro, não tiveram a mesma sorte e vão jogar o segundo escalão do futebol do Rio de Janeiro no segundo semestre. A quinta rodada da competição começou no domingo, dia 17, quando o Nova Iguaçu derrotou o America, em jogo realizado no Estádio Moça Bonita, em Bangu, no Rio de Janeiro, por 1 a 0. O único gol da partida foi marcado por Paulo Henrique, de pênalti, nos acréscimos.

Porém, os rebaixamentos só foram confirmados na noite desta segunda-feira, dia 18. O Goytacaz recebeu o Macaé, no Aryzão, em Campos dos Goytacazes, e saiu na frente com um gol de Luquinha, aos 23 minutos de jogo. Porém, Dilsinho, aos 43' do primeiro tempo, e Jefferson, aos 45' da etapa complementar, viraram o jogo para os visitantes. 

Os resultados deixaram Nova Iguaçu e Macaé com nove pontos, America com cinco e Goytacaz com quatro. Como só resta uma rodada, os rebaixamentos do Sangue e do Goyta já estão confirmados. As duas equipes jogam a Série B1 já no segundo semestre de 2019. Já Nova Iguaçu e Macaé voltam para a Seletiva (Grupo A) da elite estadual em 2020Na última rodada, Macaé e Nova Iguaçu se enfrentam no Ferreirão, em Cardoso Moreira. Já America e Goytacaz encerram suas participações na Série A de 2019, em Moça Bonita. As partidas serão realizadas no próximo sábado, 23 de fevereiro.


18 fevereiro 2019

CAIXA PAGA ABONO DO PIS NESTA TERÇA-FEIRA A NASCIDOS EM MARÇO E ABRIL COM CONTAS NO BANCO


A Caixa Econômica Federal começa a pagar, nesta terça-feira, dia 19, o abono salarial do PIS para os nascidos em março e abril que têm contas no banco. A partir de quinta-feira, dia 21, serão liberados os saques para os demais trabalhadores que não são clientes da instituição financeira. O pagamento refere-se ao calendário 2018/2019, ano-base 2017.

Segundo o banco, nesta leva de pagamentos serão contemplados 3.782.362 trabalhadores, com uma retirada total de R$ 2,76 bilhões. Os valores que cada um tem a sacar variam de R$ 84 a R$ 998, de acordo com o número de meses trabalhados formalmente no ano-base. No dia 21, o Banco do Brasil (BB) também vai pagar o abono salarial do Pasep a servidores e funcionários de empresas públicas com inscrições terminadas em 6 e 7.

Tabela de valores a receber de acordo com o número de meses trabalhados:
01 mês de trabalho - R$ 84
02 meses de trabalho - R$ 167
03 meses de trabalho - R$ 250
04 meses de trabalho - R$ 333
05 meses de trabalho - R$ 416
06 meses de trabalho - R$ 499
07 meses de trabalho - R$ 583
08 meses de trabalho - R$ 666
09 meses de trabalho - R$ 749
10 meses de trabalho - R$ 832
11 meses de trabalho - R$ 915
12 meses de trabalho - R$ 998


SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ITALVA PROMOVE AÇÃO DE PREVENÇÃO


A Secretaria Municipal de Saúde de Italva promoveu no último sábado (16/02) uma ação no Centro de Saúde Adilton Jorge Crespo que envolveu diversos profissionais da área da saúde. Foram abordados assuntos como a Saúde da Mulher, Saúde do Homem e o Combate ao Mosquito transmissor da dengue e doenças similares. Na ocasião os presentes puderam ouvir as palavras da Dr. Mafalda, ginecologista, e do Dr. José Fernandes, neurologista. Coordenadores da Vigilância Ambiental e dos PSFs do município também usaram da palavra e passaram importantes informações para a população. 

O Secretário de Saúde Paulo Fernandes exaltou a importância da prevenção como forma de evitar o congestionamento no atendimento de saúde. “Nosso trabalho é atender a todos, porém é muito importante que a doença não chegue. Se há formas de prevenir, precisamos intensificar esse trabalho”, disse Fernandes. Após o evento, agentes comunitários e guardas endêmicos saíram às ruas para distribuir livros informativos sobre os assuntos abordados na ação. Decom/PMI



17 fevereiro 2019

BUG DO MILÊNIO

Então estamos em 2019. É, o tempo é implacável. Para muitos de nós parece que foi ontem que nos preocupávamos com o bug do milênio e começávamos a nos encantar com a internet, que já existia fazia algum tempo, mas que chegava ao público do país naquele momento. As informações chegavam mais rápido e a comunicação entre todos evoluía de forma espantosa e claramente estávamos entrando em uma nova era digital.

Muitos jovens já nasceram e cresceram com tudo isso no dia a dia. Desconhecem as cartas e os cartões enviados pelos correios e escritos manualmente. Nunca sentiram a ansiedade de esperar uma revista ou jornal na banca para conferir uma publicação sobre algo de muito interesse. A grande maioria nunca se irritou com fantasmas e o vertical da TV e muito menos ficou horas ouvindo músicas e venerando o encarte do novo disco que comprou ou ganhou.

Não tínhamos celulares com internet e por isso marcávamos encontros nas praças, lanchonetes, barzinhos ou na casa de alguém para jogarmos jogos de tabuleiro, tocar violão e cantar músicas que ouvíamos no rádio, contar piadas, paquerar ou simplesmente jogar conversa fora. Não era preciso ter algum evento na rua para os jovens lotarem os pontos de encontro da cidade.

A tecnologia chegou, não de uma hora para outra, mas foi invadindo nossas casas e ao poucos mudando nossas vidas, trazendo com ela o tão temido bug do milênio. Mas ao que parece a pane não atingiu os computadores, mas vem confundindo uma geração que está acostumada com algumas facilidades que de certa forma atrapalham seu crescimento como pessoa humana.

Os tempos são outros e ao que parece a humanidade não estava preparada para tamanho avanço. Estamos em um momento em que não conseguimos acompanhar a quantidade de informações que chegam ao aparelho celular. Uma avalanche de notícias nos confunde a todo tempo e coloca em dúvida a veracidade das histórias. Com o advento das redes sociais o mundo virtual virou uma grande redação jornalística sem edição, revisão, conferência ou ética.

A tradicional “fofoca” de rua ganhou uma turbinada com os aplicativos de troca de mensagens e chega a um número espantoso de pessoas em velocidade alarmante. Relações estão se deteriorando e as pessoas se isolando, ficando entediadas e com enormes dificuldades em se relacionar. A tecnologia da informação e a vasta aceitação das redes sociais vieram com o propósito de deixar nossa vida mais conectada e, em vários níveis, muito mais fácil. Mas os efeitos colaterais disso são refletidos claramente nos relacionamentos interpessoais.

Quase 20 anos após o tão anunciado bug do milênio, percebo que os computadores estão cada vez melhores, já nós, não tenho tanta certeza.