Ultimas Notícias

10 janeiro 2021

PONTO DE VISTA: QUEM QUISER QUE VEJA!

Essa semana resolvi republicar um texto que escrevi faz alguns anos e incrivelmente parece que não mudou muito de lá para cá. Vai começar um novo Big Brother Brasil, "reality show" da Rede Globo que já vai para sua 21ª edição. Marcado para começar no dia 25 de janeiro, já aparecem as tradicionais publicações criticando o "nível cultural" do programa e as pessoas que gostam de ver e pasme, são muitas, do contrário não estaria ainda no ar, pode crer.

Durante o período em que militares governavam este país, a população foi às ruas pedir o retorno da democracia. Queria a todo custo o direito de se expressar, a liberdade de expor suas ideias, votar e escolher o rumo do país e de suas vidas. Após muitos sacrifícios, desfrutamos hoje dessa democracia tão almejada. Mas parece que o autoritarismo militar ficou impregnado na cultura de grande parte do povo, que de certa forma tenta impor modelos disso e daquilo.

Leio e ouço a todo momento críticas ao Big Brother Brasil, "reality show' da Rede Globo que está na sua 21ª edição. Criticar o programa até entendo, faz parte desse jogo democrático, até porque a Globo utiliza uma outorga do Governo, mas ficar alvejando quem quer assistir, não concordo. Não gosta, não concorda, não acredita, então não vê, simples assim. Ou será que em pleno 2021 essas pessoas não possuem outras opções de canal na televisão? Não acredito. Falam de uma forma como se estivessem obrigadas a assistir e querem obrigar quem gosta a não assistir. Isso é democracia? 

Existem até correntes pedindo para acabar com o programa. Pra quê? Desliga a TV ou muda de canal. Essa sim é uma forma democrática de protestar contra um programa que para muitos pode “destruir a família brasileira”. Entendo que existem normas para os programas exibidos no Brasil, mas os órgãos responsáveis estão trabalhando para que elas sejam cumpridas. O mesmo vale para os que gostam da atração televisiva e invariavelmente criticam quem não gosta.

Acompanhei somente as duas primeiras edições do programa, mais por curiosidade mesmo, por se tratar de algo novo na época. Desde então não assisto e não acredito que tudo seja tão natural como deveria ser, mas também não fico metralhando o trabalho dos outros. A Rede Globo é um canal aberto e se você não gosta vá para o SBT, Rede TV, Record, Band, Canção Nova, Novo Tempo... sei lá, ou então desliga a TV e vai ler um livro ou navegar na internet. Não queira impor sua vontade nos lares dos outros. Defenda sua opinião com leveza e respeito. Cada um na sua, isso é democracia.