Ultimas Notícias

06 junho 2014

GOVERNADOR LANÇA EM ITALVA OBRAS DE PREVENÇÃO DE ENCHENTES

O Prefeito Italva Leonardo Guimarães e o  Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, assinaram nesta quinta-feira, 05/06, o pacto para a mitigação das cheias dos rios Pomba e Muriaé. As intervenções beneficiarão cerca de 200 mil moradores de Italva, Laje do Muriaé, Santo Antônio de Pádua, Cardoso Moreira e Itaperuna. As obras terão investimentos de R$ 653 milhões. Para o governador Luiz Fernando Pezão, as intervenções, realizadas em parceria com as prefeituras, são essenciais para contribuir para a qualidade de vida da população interiorana. O projeto, um dos maiores realizados na região, é um multiplicador de forças, que favorece também o desenvolvimento econômico. As obras, lançadas hoje, no Dia Mundial do Meio Ambiente, vão nos encher de orgulho e transformar estas cidades. Vi muitas pessoas nestes municípios perderem tudo por conta das chuvas. Esta é uma obra de R$ 650 milhões, que também gerará emprego e renda, multiplicando benefícios para as cidades. 










As intervenções compreendem a construção de duas barragens e dois extravasores. Há também obras de derrocamento (retirada de pedras) e de desassoreamento (retirada de areia, lama), drenagem e urbanização. Segundo a Secretaria do Ambiente, as populações de Italva, Cardoso Moreira e Santo Antônio de Pádua começarão a sentir os efeitos das obras já no próximo verão de 2015. De acordo com o subsecretário do Ambiente, Antônio da Hora, o investimento vai gerar cerca de 6 mil empregos diretos e indiretos para moradores da região. Vamos visitar todas as localidades para esclarecer dúvidas sobre o projeto, ouvir os moradores e divulgar as vagas de trabalho – explicou o subsecretário. Moradora do município de Italva, a manicure Lúcia Moreira, de 43 anos, aprovou a chegada do projeto na região onde vive há mais de 20 anos. – É muito bom ver que o Estado está presente e atento ao nosso município. É a primeira vez que vejo uma iniciativa desta proporção, voltada à prevenção das cheias dos rios – disse Lúcia. Fotos: Gilmar Sana