Ultimas Notícias

03 fevereiro 2020

APÓS PEDIDO DA PREFEITA MARGARETH, CEDAE INSTALA NOVA BOMBA EM ITALVA

O abastecimento de água da Cedae em Italva já virou alvo de reclamações constantes faz tempo. Vira e mexe uma bomba apresenta defeito e a Cedae passa a trabalhar parcialmente e começa a faltar água na cidade. Diante dessas dificuldades, a Prefeita Margareth Soares desde o início do seu governo começou a cobrar dos diretores da estatal uma solução para esses problemas, que têm gerado constantes transtornos para a população.

Em setembro de 2019 ela esteve pessoalmente com o Presidente da Cedae Hélio Cabral e levou toda a demanda do município para o mesmo e após esse encontro já começaram a aparecer resultados. Já foi iniciado o serviço de alvenaria, pintura e parte elétrica do prédio, instalação de guarda-corpo para proteção de transeuntes, substituição de areia e recuperação dos filtros, liberação de água bruta para atender os produtores rurais da região e a liberação de mais um carro-pipa para atender a região onde ainda não tem abastecimento.


Mas ainda faltava o principal que era a colocação de uma nova bomba de captação, pois a que estava sendo usada apresentava problemas constantemente e não podia trabalhar durante uma cheia do Rio Muriaé. Após novas cobranças e a necessidade amplificada por conta da enchente que assolou o município recentemente, a companhia finalmente trouxe essa nova bomba e a instalou na ETA (Estação de Tratamento) da cidade. Agora não será necessário elevá-la em caso de cheias, pois a mesma pode trabalhar submersa. A Cedae de Italva passou a distribuir 60 litros por segundo.

“Graças a Deus o abastecimento começa a se normalizar em Italva. Lutamos bastante por essas melhorias e felizmente fomos atendidos. Sabemos que a Cedae precisa fazer ainda muito mais, pois a ETA de Italva já começa a ficar pequena para tamanha demanda e enquanto eu estiver a frente desse município continuarei cobrando. De qualquer forma fica aqui meu agradecimento pelo que já foi feito até agora”, disse Margareth. Durante a enchente a Prefeitura de Italva colocou caminhões pipas para atender a população, pois o abastecimento da Cedae chegou a ser interrompido. Decom/PMI