Ultimas Notícias

27 fevereiro 2019

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES E PRODUTORES RURAIS DE PIMENTEL E FORMOSIA CONCLUEM OBRAS DE AMPLIAÇÃO DE SUA SEDE


A última quinta-feira (21/02), foi dia de celebração na Associação de Moradores e Produtores Rurais de Pimentel e Formosia, no município de Italva. Associados, parceiros locais e toda a comunidade se reuniram para comemorar a conclusão das obras de Ampliação da Sede da Associação, viabilizadas pelo programa Rio Rural, que é parceiro do projeto Conexão Mata Atlântica. No evento foram relembradas as diversas conquistas alcançadas pela associação graças a união de agricultores familiares, moradores, trabalhadores e empreendedores comprometidos com o desenvolvimento da comunidade local. A conquista mais recente foi a construção do galpão para proteção dos equipamentos que antes ficavam no sol e na chuva. “Hoje nós podemos dizer que a associação tem a possibilidade de oferecer a comunidade um espaço melhor, para fazer nossos eventos e guardar nossos equipamentos. Temos um maquinário praticamente completo. Par uma comunidade que praticamente não tinha nada há quatro anos, já temos muito. Para nós, conquistar essa independência é muito importante”, comemora Benise Freitas, produtora rural e Presidente da Associação.

A associação foi criada há cinco anos com o suporte da Emater e trouxe muitos avanços para a comunidade, que foi beneficiada com investimentos do programa Rio Rural: cerca de R$ 300 mil, que ajudaram a construir a sede e adquirir diversos equipamentos e maquinários. Para arcar com os custos da contrapartida do Rio Rural, que exigia uma parte do valor dos investimentos, a associação se mobilizou para organizar festas, que hoje são uma tradição na região, e arrecadar recursos. A inciativa tem ajudado a fortalecer a economia local e criou uma alternativa de lazer. A associação, que conta com mais de 76 associados dos municípios de Cambuci e Italva, se tornou um importante ponto de encontro da comunidade.


A equipe local da Emater, que atende aos municípios de Italva e Cambuci, recebeu uma homenagem da associação, por meio de um certificado de reconhecimento, pelo serviço prestado a comunidade. Entre os associados, 17 estão entre os produtores rurais habilitados na primeira seleção pública do projeto Conexão Mata Atlântica. “O fato de os produtores da região já estarem bastante organizados facilitou a mobilização e adesão ao projeto. Experiências como estas, de união e força em prol do bem comum, precisam ser replicadas e inspirar outras comunidades rurais. O associativismo é um caminho para trazer avanços para comunidades rurais e fortalecer ações que somem para todos”, ressalta Gilberto Pereira, coordenador executivo do Conexão Mata Atlântica. Fonte: Conexão Mata Atlântica