Ultimas Notícias

21 dezembro 2018

DENUNCIADO POR FRAUDE NO SUS, DONO DE HOSPITAL FECHADO DE ITALVA É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL


Investigado desde 2012 em processo de estelionato, o médico itaperunense Ronald Crespo, o Dr. Roninho, foi preso na tarde desta quarta-feira (19), por agentes da Polícia Federal, no interior de seu consultório, no Centro da cidade. Condenado a pena de quatro anos e cinco meses em regime semi-aberto, ele era apontado como autor de desvios de verbas dos SUS, através de seu hospital particular (já extinto), que funcionava em Italva, inclusive, cobrando por atendimento a pacientes já falecidos.

Entenda o caso
O Ministério Público Federal em Itaperuna (MPF/RJ) denunciou um grupo de médicos e servidores públicos por fraudes no Sistema Único de Saúde (SUS) no município de Italva. Foram acusadas 13 pessoas pelos crimes de estelionato qualificado e associação criminosa. Um dos denunciados é o gestor da Clínica Casa de Saúde Imaculada, o médico Ronald Faria Crespo, conhecido como Doutor Roninho.

A clínica teria internado cerca de cinco mil pessoas em 2011, número que representa um terço da população da cidade. A média de internação em outros 13 municípios da região foi de 10% no mesmo período. Os prejuízos causados aos cofres públicos podem ultrapassar R$ 8 milhões. O caso foi separado em três denúncias pelo MPF/RJ para facilitar o andamento processual na Justiça, que recebeu as acusações e aceitou o trabalho de busca e apreensão realizado em 2012 pela Polícia Civil. Fonte: Rádio Natividade