Ultimas Notícias

28 outubro 2015

EM SESSÃO TUMULTUADA, CÂMARA APROVA ANTECIPAÇÃO DOS ROYALTIES

Fotos e vídeo: Gilmar Sana
A sessão desta terça-feira (27/10) da câmara de vereadores de Italva ficou com plenário cheio, como já era esperado. Vereadores contrários ao projeto de lei do executivo municipal, que solicita autorização para contrair empréstimo garantido pela antecipação dos royalties, convocaram a população para fortalecer o bloco que já era minoria. Apoiadores do prefeito também compareceram para engrossar o caldo dos que defendem o projeto. Com todos os ingredientes necessários para uma verdadeira batalha política, a democracia e a civilidade passou longe, descambando ao final para uma anarquia, onde faltou pouco para presenciarmos lutas corporais.

A sessão que durou pouco mais de 30 minutos, foi marcada por bate boca dos vereadores e intensa manifestação popular. No final vitória do prefeito, que teve seu projeto aprovado por 5 a 3. Somente Joel Enfermeiro, Herivelto Cordeiro e Antônio Elias foram contra. Após a sessão, o Presidente Vereador Wilson Nogueira falou com nossa reportagem e disse que a oposição tentou tumultuar a reunião: "Aprovamos o projeto que é importante para o município. Várias cidades já aprovaram. Tentaram tumultuar a sessão e tivemos dificuldades em esclarecer os detalhes. Setenta por cento desse recurso será aplicado em saúde e educação, como manda a lei dos royalties", disse.

Já o vereador Joel Enfermeiro, que é contra o projeto, nos disse que vai tentar cancelar a votação na justiça: "Rasgaram o regimento interno da câmara na cara do povo. Não foi dado prazo suficiente para que as comissões avaliassem o projeto. E algumas não tiveram a participação da maioria dos membros. Estou entrando na justiça amanhã para tentar cancelar essa votação. Um projeto importante desse precisa de mais debate e avaliação. Recebemos o projeto no dia 21/10 e o mesmo já entra em votação em menos de uma semana? Rápido demais. Está errado. Não nos daremos por vencido tão facilmente", declarou Joel.

Após a sessão houve muito bate boca entre opositores ao governo e aliados. A polícia apareceu para evitar que os ânimos alterados pudessem provocar coisas piores. Diversas lideranças políticas compareceram, inclusive o ex-prefeito Joelson Soares.