Ultimas Notícias

08 outubro 2015

CULTIVO DE CANA FORRAGEIRA SERÁ IMPLANTADO EM ITALVA PARA MELHORA DA PRODUTIVIDADE


A necessidade de melhorar a produtividade do leite levou os produtores de Italva a buscarem alternativa para enriquecer a alimentação do gado: o cultivo de cana forrageira. A técnica, já incentivada pelo Rio Rural em todo o Estado do Rio e Noroeste Fluminense, estará sendo experimentada nas propriedades rurais do Município. O cultivo é alternativa para a alimentação das vacas, principalmente na época da seca, já que nesse período há expressiva diminuição do pasto.

Os produtores rurais de Italva serão beneficiados com duas unidades do plantio de cana forrageira. Em uma reunião realizada na Emater- Rio, técnicos da Pesagro promoveram a oficina Tecnológica de cana Forrageira-Unidade de Pesquisa Participativa, com o Engenheiro Agrônomo Arivaldo Ribeiro Viana e os Pesquisadores da Pesagro-Rio em Parceria com a Emater Rio, via Programa Estradas da produção. A partir da demanda local, o pesquisador Arivaldo Ribeiro, da Pesagro-Rio, propôs a implantação de uma unidade demonstrativa de plantio de cana-de-açúcar, com apoio dos extensionistas rurais da Emater-Rio. Os produtores aceitaram e certamente em breve verão os resultados.

A criação da unidade demonstrativa de cana forrageira já surte efeitos em São Gonçalo e surgiu a partir do diagnóstico rural participativo (DRP) feito na microbacia, que apontou como demanda a melhoria da qualidade dos animais e sua alimentação. Diante disso, o pesquisador Arivaldo Ribeiro levou à comunidade a técnica do cultivo de cana forrageira, utilizada na alimentação de vacas de leite e gados de engorda. Segundo Arivaldo, a boa digestibilidade da variedade de cana utilizada, a correta produção e despalha aumentam a produção de leite, além da facilidade na hora da colheita. Outro fator que tem garantido o sucesso da unidade demonstrativa é o plantio em curva de nível. O sistema de cultivo sustentável controla a erosão e proporciona ótimo desenvolvimento da cana.

"A ideia é implantar este modelo de plantio de cana forrageira em outras microbacias trabalhadas pelo Rio Rural, a fim de atender às demandas dos produtores e de toda a comunidade", declarou Arivaldo. Ascom/PMI