Ultimas Notícias

29 junho 2015

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO LEVA ALUNOS DO COLÉGIO SEVERINO DA TEORIA À PRÁTICA


O "Mais Educação" tem colocado os estudantes do Colégio Estadual Severino Pereira da Silva em Cimento Paraíso com a mão na massa, ou melhor, na terra. Isso porque esse é um dos principais objetivos do programa; deixar a teoria de lado e partir para a prática. Esta ação envolve estudantes, professores, gestores, profissionais de apoio e comunidade com o objetivo de trabalhar a educação ambiental na escola, estabelecendo relações da comunidade escolar com seu território em busca de melhoria da qualidade de vida. O Programa Mais Educação é um Programa do Governo Federal, que tem como prioridade contribuir para a formação integral de crianças, adolescentes e jovens, articulando diferentes ações, projetos e programas nos Estados, Distrito Federal e Municípios, em consonância com o projeto pedagógico da escola, ampliando tempo, espaços e oportunidades, através da articulação das políticas setoriais envolvidas e possibilitando a todos o “DIREITO DE APRENDER”.

Projetos desenvolvidos na Escola:
Agroecologia – Canteiros Sustentáveis
Acompanhamento Pedagógico – Letramento
Esporte e Lazer – Futsal, Futebol, Vôlei, Handebol
Arte Corporal e som

A atividade de agroecologia, orientada pelo professor Oto Luiz Pinheiro, envolve ações de educação ambiental voltadas para a construção de valores sociais, conhecimentos e competências que promovam a sustentabilidade socioambiental e a qualidade de vida. Ela envolve processos educativos baseados na agricultura familiar, no resgate da cultura tradicional local e na valorização da biodiversidade, princípios fundamentais para apoiar a escola na transição para a sustentabilidade. 

Respeitando-se os ecossistemas de cada localidade, as atividades agroecológicas podem ser desenvolvidas de diversas formas. Para melhor sustentação desses conceitos, foi realizada com os alunos Programa Mais Educação, uma visita à uma Fazenda produtora de café, em Santa Clara -  3º distrito do Município de Porciúncula, onde o Produtor Geraldo Pinheiro, possibilitou aos alunos acompanhar todo processo do plantio a colheita do café. O alto padrão de qualidade do produto desenvolvido neste local está possibilitando a exportação de café fino para cafeterias dos Estados Unidos, como informou o produtor. Após visitação e acompanhamento de todas as fases na fazenda de colheita e beneficiamento do café, continuamos a viagem em direção Varre-Sai, onde conhecemos as instalações do Café Patusco. O proprietário Beto, recebeu os alunos e proporcionou a oportunidade aos mesmos de entender o processo de industrialização do café, desde a seleção dos grãos, passando pelo processo de torra até a embalagem.

A cidade de Varre-Sai é conhecida também como produtora de vinho e licores. Por isso, foi realizada ainda uma visita a Adega Bendia, onde o grupo foi recebido por Dona Conceição, produtora artesanal de vinhos, que falou dos cuidados na produção, com a matéria prima e a higiene para se ter um produto dequalidade. Demonstrou todo o processo, desde a fabricação até a embalagem do produto. Orgulhosamente, Dona Conceição também falou da quantidade de turistas que visitam a adega todo ano, inclusive turistas internacionais.