Ultimas Notícias

08 abril 2014

COMÉRCIO DA CIDADE PREPARADO PARA A PÁSCOA

Além de ser um momento de reflexão para os cristãos durante esse tempo de Quaresma, é também tempo de fazer pesquisa de preço, escolher e comprar os ovos de chocolate para agradar tanto as crianças como os adultos. Nos supermercados da cidade as gôndolas e corredores já são enfeitados com uma infinidade de chocolates, uns mais tradicionais e outros trazendo novidades.

Por ser ano da Copa do Mundo, algumas empresas optaram por fazer replicas de uma taça, bem como diversos ovos com o tema futebol. Já para o público infantil, os mais procurados são os que contem brindes. A procura já começou, principalmente para atender o público infantil, que são os mais vendidos antecipadamente. Para quem realiza uma pesquisa de preço, os chocolates não variaram muito de preço com relação ao ano passado. Fotos: Gilmar Sana


CURIOSIDADE: POR QUÊ OVO E COELHO?

Durante a festa judaica, o ovo - um dos únicos alimentos que não perde a forma depois de cozido - é utilizado como símbolo do povo de Israel. Em determinado momento, o chefe de família se levanta e diz: "O povo de Israel é como esse ovo, que, quanto mais cozido na dor e no sofrimento, mais preserva sua unidade e sua identidade". (Evidentemente, naquela época o ovo ainda não era de chocolate.) A comemoração foi adaptada pelo cristianismo para relembrar a ressurreição de Cristo, que também representa a renovação da vida. "Já o coelho foi uma forma de popularizar a festa", diz Maria Ângela de Almeida, teóloga da PUC-SP. Desde o antigo Egito, o animal era símbolo da fertilidade devido à sua incrível capacidade de procriação. "O Pessach teve origem em ritos tribais, cujo objetivo era celebrar a paz entre os povos. O cordeiro era repartido entre os chefes das tribos, num jantar comunitário que reforçava suas alianças. Nesse contexto, o coelho veio substituir o cordeiro", afirma Maria Ângela. Fonte: Mundo Estranho